Responsabilidades - O Bem prevalecerá sobre o mal! - Crônica....por Louren Junior......coordenação Espírito Matias Albuquerque

Novas publicações, como os filmes de Chico Xavier, estimulam o conhecimento espírita. Fotos: Divulgação

 

Nossos espíritos devem compenetrar-se dos deveres e responsabilidades, que a consciência da verdade espírita nos cobra.

 

A moral evangélica é o roteiro seguro para a evolução humana e a sua prática a solução dos problemas, que deva ser atingido por todos, por uma humanidade mais justa e fraterna.

 

Pelas informações doutrinárias se percebe que só pode haver liberdade quando a ela estiver atrelada a responsabilidade.

 

Não se pode dar liberdade a uma pessoa imatura, indisciplinada, ou irresponsável sem que estejam correndo grandes riscos.

Delega-se a liberdade a quem já a merece.

 

Não se coloca em um cargo importante uma pessoa despreparada, pois fatalmente produzirá enganos, que poderão resultar em prejuízos importantes, podendo até comprometer uma organização, tanto civil como religiosa.

 

A base para a responsabilidade está na educação, incluindo a educação religiosa.

 

A responsabilidade está diretamente relacionada ao nível de consciência, ao adiantamento moral e à maturidade do individuo.

 

Quanto maiores forem as conquistas relacionadas ao nível de consciência no campo da moral, do nível de consciência, maior adiantamento, maior maturidade.

 

Quanto mais desenvolvida a noção de responsabilidade, maior facilidade teremos no cumprimento do dever, pois a obrigação é o que a sociedade espera de nós, e o dever é o que a consciência cobra de nós.

 

Não há lugar para caprichos, nem benevolência.

 

As religiões buscam a Deus, tanto Jesus, Buda ou Krishna em essência dizem as mesmas coisas, que todos somos espíritos imperfeitos, iguais perante o Criador, encarnando e desencarnando sucessivamente, em busca da perfeição.

 

O que não se pode e contemporizar, pelas verdades propostas, devemos estar alertas e decididos, o Mestre Jesus deixou-as bem claro, sem rodeios, e sem atalhos.

 

- Por ventura! Vamos retroceder a crucificação?

 

É hora de julgarmo-nos suficientemente responsavéis, não como um amontoado de determinados predicados, mas como codjuvadores dos dons morais e intelectuais, que pululam a nossa frente, numa constante busca impulsionado pela curiosidade.

 

O espírito vê-se como que tolhido pêlos mistérios, que seu ambiente lhe oferece e é pôr excelência ditado e dosado nas suas interrogativas..., Rebusca seu exterior encontrando-o como o próprio elemento de que participa como vivente, e não raro consigo mesmo.

 

Deduz daí, se suas prerrogativas, com essa descoberta, satisfazem integralmente seu ego.    

 

A consciência da vida futura reserva o prêmio ou o desgaste do seu procedimento e respeito perante as Leis de Deus e pela ação do seu livre-arbítrio responderá por suas conseqüências.

 

Quanto maior espiritualização, maior possibilidades de correção, maiores possibilidades de contatos elevados e de assistir adequadamente.

 

A atenção construtiva, do posicionamento que tomar frente essa nova realidade, terá afora a satisfação íntima, e principalmente a sua exteriorização o êxtase da sua realização existencial.

 

Devemos nos lembrar que em vez de nos angustiarmos em estarmos nas trevas, todos somos luzes que Jesus colocou no caminho, da nossa comunidade, do nosso interior, para que todos, ainda que com uma pequena chama de uma vela, posamos espantar a escuridão.

 

Lembremos que a metade da humanidade se diz cristã, mas as atitudes, o comportamento, não condizem com seus mais elementares princípios. Temos que viver a Doutrina Espírita.

 

Muitas vezes o nosso diferencial está nos rótulos, na forma como julgamos, no amor, na fraternidade e no sorriso que nós atendemos as pessoas.

 

Todos os espíritas rogam a Deus pelo momento da regeneração em que o bem prevalecerá sobre o mal.

Todos somos responsáveis pela construção dessa nova sociedade.

Temos de construir esse novo mundo!

È necessário que o velho mundo caia, para que surja essa nova sociedade.

 

E, para isso a Doutrina Espírita, nada impõem, convida a todos a conhecerem seus princípios e submete-los ao crivo da razão antes de aceita-los.

 

Acesse o video abaixo:

 

Acesse o Link abaixo mensagem original:

http://lourenjunior.webnode.com.br/livro-espirita/sumario/responsabilidades/

Responsabilidades - O Bem prevalecerá sobre o mal! - Mensagem ditada pelo Espírito Matias Albuquerque.....por Louren Junior