CHICO "AMOR" XAVIER" - O Homem e o Cristo ou 13º Apostolo- Mensagem ditada pelo Espírito Matias Albuquerque............colaboração Louren Junior/Maria Léa Muniz

 

Amigos (as)! Ao assistir este precioso vídeo “O PEQUENO GRANDE FILME DE CHICO “Amor” XAVIER. Não contive as palavras que externo como o mais singelo e honesto entendimento do que foi sua estatura moral. (Video no final do texto)

CHICO  ”Amor”  XAVIER  foi e continua sendo........

A própria Solidariedade em um mundo que se apresenta mais complexo e desafiador, compelida a enfrentar situações intensamente competitivas, é um dos mais nobres valores do homem, dando  provas constantes da sua humanidade.

E a Doutrina Espírita, que tanto divulgou e exemplificou irradiando da Casa da Prece como qualquer entidade, que consta de seus fundamentos o encontro com o ser humano, na sua realização total; manifestando em todo o seu trabalho, humilde e desinteressado, a singeleza e a honestidade de propósitos.

Teve (Tem) a Moral Evangélica, como roteiro seguro para a evolução humana e a sua prática a solução de problemas, para uma humanidade mais justa e fraterna.

A Justiça Social, visada pela filosofia social espírita, a sua natureza e conteúdo, vão evoluindo do econômico e material para o espiritual, até satisfazer as últimas e mais elevadas necessidades.

CHICO “Amor” XAVIER Satisfez sempre como prioridade o lado espiritual, mesmo quando relacionada com o atendimento das necessidades materiais.

Na sua concepção espírita mais ampla, haverá Justiça Social, sempre que a estrutura Social estiver em equilíbrio com a estrutura espiritual.

Nessa Justiça ela imprime éticidade, do bom, do desejável, do dever e direitos sociais, da responsabilidade e do imperativo moral.

E, por conseqüência natural o as Casas Espíritas, objetivando “os seres como meta primeira do seu entendimento”, oferece a todos os adeptos ou não adeptos da Doutrina Espírita, a oportunidade de se solidarizarem.

Mantém em seus quadros o Departamento de Assistência Social, que procura dar apoio para que as famílias consigam melhorar o seu desenvolvimento, no aspecto social e familiar, melhorando a sua qualidade de vida.

Claro que todos os esforços seriam em vão se não pudéssemos contar com a maravilhosa equipe de “responsáveis voluntários” das  Entidades, onde o empenho de todos caminha em união para alcançarmos esses objetivos.

Os trabalhos de todos são igualmente importantes em nossas instituições.

Temos muito lhes agradecer, trabalhadores, freqüentadores e adeptos da Doutrina Espírita, que com muito amor, dedicação e carinho, ajudam a construir e realizar a mais uma alternativa, que oferece sempre o melhor a todos que necessitam e nos procuram.

As visitas aos atendidos em seus próprios domicílios, numa convivência mais imediata, vivendo suas aflições e angustias mais premente, possibilita além da assistência material, a assistência espiritual.

Participem! Como CHICO “Amor” XAVIER , desta jornada de “Solidariedade e Amor”.

 “Ser voluntário” é fazer espontaneamente por vontade própria, sem constrangimento e obrigação. Ser voluntário é doar seu tempo, trabalho e talento para causas de interesse social e comunitário e com isso melhorar a qualidade de vida da comunidade.

 .....Louren Junior

 

Desencarna o médium espírita
Francisco Cândido Xavier

Com 92 anos desta vida terrena, em que desenvolveu importante atividade mediúnica e filantrópica, e após grave pneumonia sofrida durante o ano de 2001, de que se recuperara, desencarnou ontem (30 de junho de 2002) em Uberaba, onde residia, no início da noite (19:30h). A causa do desencarne foi uma parada cardíaca, tendo sido atendido pelo médico Eurípedes Tahan Vieira. Manifestamos , mais uma vez, a esse companheiro valoroso, nosso abraço fraternal.

 

....Mensagem ditada pelo Espírito Matias Albuqueruqe

 

Humildemente, considerando sobremaneira, à distância que separa-nos dos grandes Mestres, que com tanta lucidez e consciência, através de um acurado e desapaixonado estudo, confirmaram, divulgaram e acrescentaram novos esclarecimentos, desenvolvendo o estudo da Doutrina Espírita acima de suas ilações.

Não poderíamos, sem o sentimento da nobreza de amar e perdoar, juntar a esses jubilares Mestres a figura de nosso sempre querido e amado Francisco Candido Xavier Chico "amor" Xavier.

 

Um homem simples, um Espírito lúcido, perseverante, corajoso, amante da pobreza, dos angustiados, dos incrédulos, um verdadeiro servidor, cooperador dos mensageiros beneméritos e caridosos.

 

Esteve sempre a serviço da implantação do Reino de Jesus na Terra, consolando, instruindo, renovando.

 

Por seu intermédio os Espíritos, retomaram os ensinos de Kardec, desdobraram o necessário, atualizaram as revelações científicas, ampliaram os estudos doutrinários e, ainda hoje permanece ativos, tudo pelas mãos de nosso querido Chico.

 

Mas, foi, sobretudo o seu exemplo de humildade que comoveu e operou verdadeiras transformações, como elemento poderoso de indução ao bem.

 

Sempre com um ar de tranqüilidade estampado no rosto e uma palavra de conforto para qualquer pessoa que o procurasse.

 

Chico um batalhador, resistiu até os seus últimos dias, com uma inigualável abnegação em favor do próximo.

 

Seu exemplo de caridade permanecerá vivo na memória de todos nós.

 

Foi um benfeitor, produziu com seus gestos um bem imenso a toda a humanidade.

 
Discorrer sobre sua existência terrena, desde o nascimento em 02 de Abril de 1.910, a dor de perder a mãe com apenas cinco anos de idade, as punições que sofreu com sua madrinha Rita de Cássia, por dizer que via e conversava com os “mortos”.

 

A volta de morar com o pai, João Cândido Xavier, junto com seus oito irmãos, que se casara com Cidália Batista, um “anjo salvador” que chegaria à vida de Chico.

 

Além dos problemas causados pela mediunidade, Chico sempre ajudou no sustento da família, trabalhando desde pequeno.

 

Trabalhou exercendo varias funções, como operário de fabrica de tecidos, servente de cozinha, caixeiro de armazém, e sua última ocupação, cuja aposentadoria garantiu o seu sustento até o seu desencarne, como funcionário do Ministério da Agricultura, cargo que exerceu por 35 anos.

 

Por toda essa vida, percorrendo os vários caminhos, trilhadas por todas as pessoas de bem, sem o alarde da mediunidade de psicografia, e por ser um homem de pouca instrução, que através do seu mentor Emmanuel e tantos outros Espíritos, nos deixou uma vasta obra mediúnica, mais de 400 livros psicografados, consolidando a divulgação do Evangelho de Jesus e dando continuidade a obra de Allan Kardec, o Codificador da Doutrina Espírita.

 

Por mais que se fale dessa figura doce e meiga, que foi Chico "Amor"  Xavier, não é possível traduzir o bem que proporcionou a toda a humanidade.

 

Chico um cristão, colocou seu Espírito acima das doutrinas dogmáticas e das disputas religiosas, limitando-se somente a moral do Cristo, à essência do Cristianismo.

 

Fiel ao Evangelho de Jesus, deixou bem claro, que a Doutrina Espírita sem Jesus não cumprirá com as suas finalidades no progresso moral das criaturas, para ele, é o Evangelho que nos propicia nos reformarmos intimamente. Com seus 92 anos, vimos-lhe no supremo testemunho da fé, com total esquecimento de si mesmo.

 

Francisco Candido Xavier, o “Chico "Amor" Xavier sempre lembrado, destacando-se na condição de médium, se fez respeitado por todos, espíritas e não espíritas por sua bondade, revelando ao mundo que tanto o Cristianismo no passado a Doutrina Espírita também é capaz de fornecer apóstolos do Evangelho à humanidade.

 

Sem favor nenhum, por todos os predicados, por sua própria vivência cristã, se tornando um dos maiores apóstolos do Senhor em todos os tempos na humanidade.

 

Estará sempre presente em nossas orações, sua lembrança, sem sombra de duvida deixa saudade, o seu exemplo de caridade, ficará na memória de todos nos.

 Acessem o video abaixo:

 

CHICO "AMOR" XAVIER" - O Homem e o Cristo ou 13º Apostolo- Mensagem ditada pelo Espírito Matias Albuquerque............colaboração Louren Junior/Maria Léa Muniz