RESSURREIÇÃO! - Crônica...por LOuren Junior.....corodenação Espírito Matias Albuquerque

08/10/2015 09:19

RESSURREIÇÂO! – Crônica....por Louren Junior....coordenação Espírito Matias Albuquerque.

 

AS IGREJAS CRISTÂS INSISTEM NA HIPOTESE QUE TODOS OS “ELEITOS” NO CHAMADO "JUIZO FINAL" . ISTO É, PESSOAS QUE DESENCARNARAM PELOS SÉCULOS AFORA, CUJOS CORPOS JÁ FORAM DECOMPOSTOS E REAPROVEITADOS NA TERRA, RESSURGIRÃO PERFEITOS, RECONSTITUINDO AS ESTRUTURAS ORGÂNICAS, DO DIA DO JULGAMENTO ONDE O CRISTO SEPARARÁ JUSTOS E ÍMPIOS.

 

 

A LÓGICA E O BOM SENSO ESPÍRITA ABOMINAM TAL TEORIA, PELA IMPOSSIBILIDADE FISICA E PELA JUSTIÇA MORAL. AFINAL, COM A LEI DOS RENASCIMENTOS, ESTABELECE-SE UM CRITÉRIO MAIS JUSTO PARA AFERIR A “COMPETÊNCIA” OU A “QUALIFICAÇÃO” DE TODOS OS ESPÍRITOS. COM TANTAS OPORTUNIDADES QUANTO SEJAM “NECESSÁRIAS”, NO “NASCER DE NOVO”, É POSSÍVEL TODOS PROGREDIREM. MAIS ESPECIFICAMENTE VAMOS NOS ATER A CRISTO. NA INTERPRETAÇÃO TRADICIONAL RESSURREIÇÃO APONTA A POSSIBILIDADE DA MANUTENÇÃO DA ESTRUTURA CORPORAL DO CRISTO, NO POST-MORTEM (DESENCARNAÇÃO), SITUAÇÃO TOTALMENTE RECHAÇADA PELA CIÊNCIA, EM VIRTUDE DA DETERIORAÇÃO DO ENVOLTÓRIO FÍSICO.

 

AS IGREJAS CRISTÃS INSISTEM EM QUE CRISTO "SUBIU AOS CÉUS" EM CORO E ALMA, E FARÁ COM TODOS OS ELEITOS NO CHAMADO “JUIZO FINAL”. EM LINHAS GERAIS AS INSTITUIÇÕES ESPÌRITAS NÃO COMEMORAM O ACONTECIMENTO DA PAIXÃO, CRUCIFICAÇÃO, MORTE E RESSURREIÇÃO DE JESUS, COM DATAS ESPECIFICAS COMO FAZEM AS DEMAIS RELIGIÕES OU FILOSOFIAS “CRISTÃS”. TODAVIA O SENTIMENTO DE RELIGIOSIDADE QUE É PECULIAR DE CADA SER-ESPÍRITO, É PELA DOUTRINA ESPÍRITA RESPEITADO, DE MODO QUE QUALQUER MANIFESTAÇÃO PESSOAL OU MESMO COLETIVA, ACERCA DA RESSURREIÇÃO CABE A CADA UM CONSIDERAR SEU ENTENDIMENTO E PARA ISSO A DOUTRINA ESPÌRITA OFERECE TODA SORTE DE INTERPRETAÇÃO QUANTO CIÊNCIA, FILOSOFIA E RELIGIÃO. (Leiam no final explicação Espírita quanto ao acontecimento)

 

NA VERDADE A FIGURA DE JESUS ASSUME POSIÇÃO PRIVILÉGIADA NO CONTEXTO ESPÍRITA, PODENDO MESMO DIZER, QUE A MORAL DE JESUS SERVE DE BASE PARA A  MORAL DA DOUTRINA ESPÌRITA. ASSIM COMO VIA DE REGRA AS PESSOAS SÃO LEMBRADAS, EM NOSSA CULTURA, PELO QUE FIZERAM E REVERENCIADAS NAS DATAS PRINCIPAIS DE SUA EXISTENCIA COPÓREA (ENCARNAÇÃO E DESENCARNAÇÃO). NÃO HÁ FRANCAMENTE NUNHUM MAL NISSO. MAS COMO A DOUTRINA ESPÍRITA NÃO TEM DOGMAS, SACRAMENTOS, RITUAIS OU LITURGIAS A FORMA DE ENCARAR A RESSURREIÇÃO ASSUME UMA CONOTAÇÃO BASTANTE PECULIAR.

 

COMO NÃO LEMBAR NA HISTÓRIA DA HUMANIDADE AS REFERENCIAS AO ACONTECIMENTO. VEJA-SE O EXEMPLO NO:

 

EVANGELHO DE LUCAS (cap. 22, versículos 15 e 16), a menção, do próprio Cristo, ao evento: “Tenho desejado ansiosamente comer convosco esta Páscoa, antes da minha paixão. Porque vos declaro que não tornarei a comer, até que ela se cumpra no Reino de Deus.

 

É EVIDENTE, AÍ, DE QUE A REFERENCIA A RESSURREIÇÃO JÁ ERA UMA “COMEMORAÇÃO”, NA ÉPOCA DE JESUS.

 

COMO FRISAMOS AQUI VAI A EXPLICAÇÃO LÓGICA DA DOUTRINA ESPÍRITA SOBRE O ACONTECIMENTO A RESSURREIÇÃO DE JESUS:

Como explicar então as “aparições” de Jesus, nos quarenta dias póstumos, Páscoa?(Ressurreição).  A fenomenologia espírita (mediúnica) aponta para as manifestações psíquicas descritas como mediunidades. Em algumas ocasiões, como a conversa com Maria de Magdala, que havia ido até o sepulcro para depositar algumas flores e orar, perguntando a Jesus – como se fosse o jardineiro – após ver a lápide removida, “para onde levaram o corpo do Raboni”, podemos estar diante da “materialização”, isto é, a utilização de fluido ECTOPLÁSMICO – de seres encarnados e a colaboração dos desencarnados,  para possibilitar que o Espírito seja visto (por todos). Igual circunstância se dá, também, no colóquio de Tomé com os demais discípulos, que já haviam “visto” Jesus, de que ele só acreditaria, se “colocasse as mãos nas chagas do Cristo”. E isto, em verdade, pelos relatos bíblicos, acontece. Noutras situações, estamos diante de uma outra manifestação psíquica conhecida, a mediunidade de vidência, quando, pelo uso de faculdades mediúnicas, alguém pode ver os Espíritos.

 

FALANDO VERDADEIRAMENTE A RESSURREIÇÃO PELA INTERPRETAÇÃO DAS RELIGIÕES E SEITAS TRADICIONAIS, ACHA-SE ENVOLTA NUM PREOCUPANTE E NEGATIVO CONTEXTO DE CULPA. AFINAL ACREDITA-SE QUE JESUS TERIA PADECIDO EM RAZÃO DE NOSSOS PECADOS.

 

É ISSO MESMO?


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!