DIA INTERNACIONAL DA “INFELIZ” LEMBRANÇA DO HOLOCAUSTO!

12/04/2018 10:15

 

 

DIA INTERNACIONAL DA “INFELIZ” LEMBRANÇA DO HOLOCAUSTO! 

.....Lourenço Rendesi Junior (Louren Junior) e Espirito Matias Albuqerque - 02 de Maio de 2019!

 

Um FATO que poucos conhecem, que vamos relatar: 

 

Nas entradas dos Campos de Concentração Entre eles o da Polônia AUSCHWITZ o mais comentado estava afixada essa Frase: 

 

"O TRABALHO LIBERTA”. 

 

Como PÕDE o trabalho que edifica, que transforma pessoas, como ilusão ser usado para exterminio! 

 

O gás utilizado nos campos de concentração até hoje fabricado é o ZYKLON-B, com o objetivo de exterminar em massa judeus e os que eram contra a aAlemanha. 

 

Aos nossos amigos (as) judeus o nosso reconhecimento pela resignação e pela fé que encoraja o trabalho sim honesto do seu povo. 

 

Um apêlo ao povo Judeu. O sofrimento do HOLOCAUSTO não foi o bastante para que sejam sobejamente portadores da PAZ e da CONCÓRDIA! 

E cessem essas guerrilhas sem sentido, que afronta e desistimula. A todos os direitos de propriedade e retidão. 

 

 ...Lourenço Rendesi Junior (Louren Junior) e Espírito Matias Albuquerque - 02 de Maio de 2019.

 

*********************************

 

MENSAGEM DITADA PELO ESPÍRITO DE ANNE FRANK.........por Louren Junior......coordenação Espírito Matias Albuquerque.

 

“Cheguei ao ponto no qual eu não me importava em viver ou morrer”, escrevi em 3 de Fevereiro de 1944.

 

“O mundo irá continuar girando sem mim, e eu não posso fazer nada para mudar os acontecimentos”.

 

Os horrores da guerra não são o bastante para amenizar o sofrimento e o entendimento daqueles meus irmãos judeus que em campos de concentração de Westerbork, em 8 de agosto de 1944 e transferidos para Auschwitz, na Polônia, no meio da noite de 3 de setembro de 1944.

O que escrevi no meu diário é sem favor algum uma previsão da menina de 15 anos, que após meses de trabalho duro, junto com minha irmã Margot fomos transferidas para o campo de concentração Bergen-Belsen, na Alemanha. Minha mãe Edith não foi autorizada a ir junto e, um tempo depois, adoeceu e desencarnou, em 6 de janeiro de 1945.

 

No campo, a comida era escassa e a higiene péssima. Tanto como Margot minha irmã contraímos tifo e desencarnamos com um dia de diferença, em março de 1945.

Fomos apenas duas das mais de um milhão de crianças que desencarnaram no Holocausto.

 

Como Espírito desencarnada me é difícil compreender apesar da minha ingênua previsão de menina de 15 anos que a guerra continua mais odiosa do que nunca. Meus irmãos judeus num confronto sem fim, como se o Holocausto se sirva de motivo de revanche. Pelo menos os Rabinos se sirvam do Torá.

 

Da família o único sobrevivente foi meu pai Otto que fui informada por amigos espirituais de seu desencarne com a idade de 91 anos em Basiléia, na Suiça em 19 de Agosto de 1980. Não tivemos tanto como o Espírito de minha irmã Margot a felicidade de contatá-lo aqui na espiritualidade, isto no período de 38 anos na contagem terrena, aqui na espiritualidade o tempo é um só, o Espírito faz dele etapas da sua evolução.

 

Mas queridos amigos judeus e não judeus, o mundo foi transformado em uma selva, leões famintos querem vos devorar a todo o momento, querem vos destruir, essa a idéia de uma menina de 15 anos e hoje como Espírito. Observem o Universo quer vós falar, são tantos os mundos, todos querem vós falar, a crueldade terá um fim a paz a tranqüilidade terá que retornar.

 

Espírito ANNE FRANK por Louren Junior...coordenação Espírito Matias Albuquerque. 12 de Março de 2018.

 

Nota: A tutela do diário de Anne e outros trabalhos dela são transferidos ao governo holandês. O Instituto Holandês de Documentação da Guerra administra o legado de Otto. Os direitos autorais do diário são herdados pela Fundação Anne Frank da Basiléia, Suíça. Hã 76 anos Anne Frank entrava no esconderijo chamado de “anexo secreto”, o refúgio da alemã Anne Frank ficava nos fundos do prédio da empresa do pai da garota, em Amsterdã, na Holanda. Foi lá que sua família e outras quatro pessoas, todos judeus, viveram clandestinamente, numa tentativa de se esconder dos nazistas durante a Segunda Guerra. A menina, então com 13 anos, entrou para a história após a publicação do diário que manteve durante a ocupação nazista na Holanda. ANNE FRANK escreveu suas primeiras palavras a sua amiga imaginária KITTY: “Espero que eu possa confiar tudo a você, como eu nunca confiei a ninguém e eu espero que você seja uma fonte de conforto e apoio.”

 

Visitem o Site: WWW.lourenjunior.webnode.com.br

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!