IRASCIBILIDADE - Crônica.....por Louren Junior.......coordenação Espírito Matias Albuquerque

22/04/2013 10:35

 

IRASCIBILIDADE Crônica....por Louren Junior....coordenação Espirito Matias Albuquerque

 

A polemica que toma conta de todos os segmentos da sociedade a IRASCIBILIDADE.

 

 

Louren Junior – A DOUTRINA ESPÍRITA ao alcance de todos. E não é uma aventura. Você sabe de onde veio e sabe para onde vai.

 

“A irascibilidade é inerente a todo ser humano sem distinção. Basta você dar condições e ela cresse dentro de você. Ai o ódio prevalece sobre o amor, sem que você perceba e inevitavelmente estabelece uma rota para o reencontro daquilo que mais preservamos a bondade.”

...Louren Junior e Espírito Matias Albuquerque

 

Na Televisão, na Internet, nos Jornais, Revistas e todos meios de comunicação se pronunciam as figuras mais representativas da sociedade, emitindo opiniões a respeito de como encontrar uma saída para sanar esse mal que tanto traumatiza as populações tanto das grandes como das pequenas cidades.

Fala-se em pena de morte, uma repressão policial mais eficaz, agilização de processos criminais, penitenciárias mais humanizadas, redução da maioridade penal.

Tudo bem. Mas somente são soluções paliativas.

Os exemplos implantados dão conta desse resultado.

No aspecto do entendimento Espírita sabemos que o violento é uma alma de um doente por fatores sociopsicológicos de muita complexidade.

Simplesmente despido da veste física nada adiantará, ressurgindo do outro lado da vida, na sua forma perispiritual vai apresentar-se mais agressivo do que antes tomado pelo ódio.

PODEMOS SALIENTAR QUE TODO SER HUMANO TEM LATENTE O GERME DA IRASCIBILIDADE ENCARNADOS NO GLOBO TERRESTRE E POR EVOLUÇÃO PROPENSOS A SEREM ACOMETIDOS POR ESSE MAL, MAS DESDE QUE SURJAM FATORES QUE PREDISPÕE QUE LHE DÃO ORIGEM.

MAS DESDE QUE SURJAM FATORES QUE PREDISPÕE QUE LHE DÃO ORIGEM.

Objetivamente fique bem claro. O Espírito reencarnante com todo aquele GERME da IRASCIBILIDADE é tomado pelas condições que a sociedade oferece no momento.

As formas e maneiras com que essas condições são oferecidas.

A Sociedade (Reencarnada) atraídas pela perniciosa e fácil ilusão na aquisição de bens. Se utiliza dos meios mais torpes para manter um “status quo” que denigre a sua condição de Espírito em evolução.

Representantes do povo, Autoridades de Mando, Serventuários de Justiça administrativamente se voltam para a facilitação da ilícita e propalada “corrupção”. Onde o mando a tirania faz-se prevalecer.

Criando um “abismo” entre muitas sociedades do mundo atual.

Ora! A disparidade se acentua a maneira que as informações pelos mais sofisticados meios de comunicação chegam de pronto às mentes notadamente dos mais jovens.

“Alguns tudo podem e outros nada podem”

Sem entrar no mérito do esforço despendido para tais conquistas.

Daí os crimes, a violência, a intolerância de raças, de credos, de postura social e tantas sutis e desnecessárias opiniões de caráter revanchista.

Voltemos ao:, MAS DESDE QUE SURJAM FATORES QUE PREDISPÕE QUE LHE DÃO ORIGEM.

O que será de se desejar?

SUPLANTAR ESSAS CONDIÇÕES QUE LHE SÃO OFERECIDAS. Porque quem mata, rouba, fere, explora é vitima da opressão e precisa de recuperação o caminho mais preciso a EDUCAÇÃO. Conseguindo libertar tanto o orpimido como o opressor. Mas como adequar uma EDUCAÇÃO quando como acontece a sociedade e os jovens notadamente estão sob as "truculentas "manobras de um poder em que o "privilégio" é que causa toda essa adversidade. O tal do "abismo"  caracterizado. Somente a intelectualidade também não resolveria o problema.

Chegar-se a o Evangelho no processo de transformação lento mas eficaz?

Na sociedade em que atua. No seu Pais, na sua Cidade, no seu Bairro, na sua Comunidade

 “O que pensar dos homens que tentam deter a marcha do progresso e fazem com que a humanidade retroceda? - Pobres seres. Serão arrastados pela torrente que pretendem deter.”. (Livro dos Espíritos na Questão 781ª)
 

A principio possa parecer evitar qualquer manifestação contraria. Mas vamos à busca do seu assentimento.

E fomos encontrá-lo no O Evangelho Segundo do Espiritismo. A citação está escrita no capítulo XX, item 21: “Há casos nos quais é útil revelar o mal do outro? Essa questão é muito delicada, e aqui é preciso fazer um chamado à caridade bem compreendida. Se as imperfeições de uma pessoa só a ela prejudicam, não há utilidade alguma em fazê-las conhecidas. Mas se elas podem causar prejuízo a outros, é preferível o interesse da maioria ao interesse de um só. Segundo as circunstâncias, desmascarar a hipocrisia e a mentira pode ser um dever; pois antes caia um homem que vários sejam feitos suas vítimas ou logrados por ele. Nesse caso, é preciso pesar a soma das vantagens e dos inconvenientes (São Luiz. Paris, 1860).”

 

Nota-se a coerência com que fomos encontrar no O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO. Não poderia ser diferente, pois a Doutrina Espírita não aceita rigorismo ou fanatismo. “A questão acima se aplica, inteiramente, a aqueles que fazem surjam esses tais fatores que predispõe e que lhe dão origem os eleitos se beneficiam de fórum privilegiado, onde, geralmente, não são condenados. (Brasil)

Se tomados pelo conhecimento de tais anomalias o PORQUÊ da omissão da sociedade como um todo? 

Os meios com exceções lhe são oferecidos. A livre escolha de seus representantes.

Como avalanche que se observa nas grandes catástrofes tudo vai de roldão. Todos são tomados pelo ávido desejo de ilicitamente se “locupletarem”.

 

Vamos nos juntar aos HIPOCRITAS E MENTIROSOS?

 

Em recente manifestação o Espírito Dr. Bezerra de Menezes conclama as entidades espíritas a participarem das questões sociais da comunidade. Esta questão social da corrupção na política é urgente, uma vez que, se nos livrarmos dos políticos corruptos estaremos limpando a estrada de ascensão ao mundo regenerador, apontado por São Agostinho no O Evangelho Capítulo III.

Vamos dar nossa colaboração procurando pavimentar o caminho do futuro redentor, procurando, aderindo ao movimento de, eliminar a possibilidade do prosseguimento de tais aberrações.

E banirem aqueles que por óbvios instrumentos se apoderam das Leis que eles mesmos promulgam em detrimento de seus delegados (Povo).

Tomando providências de caráter profilático imediatas, para restringir a intensidade da sua conseqüência maléfica, epidêmica e devastadora, agindo na mente humana de todas as maneiras ao nosso alcance, para modificar os panoramas sombrios da ignorância que aí têm a sua sede.

Para tanto, não se deve perder a oportunidade de inocular, na alma humana, por meio da evangelização, o remédio imunizador e neutralizador desta enfermidade espiritual, já recomendado por Jesus Cristo no Sermão do Monte, chamado brandura; assistindo esses filhos de ninguém, que tomados por esse “abismo” constrangedor perambulam pelas ruas das cidades, carentes, infelizes e predispostos, por necessidades básicas da criatura humana, a agredirem para roubar, chegando à criminalidade, porque não lhes foram dispensadas uma migalha da atenção que merecem como gente que são; e, por fim, utilizar-se este veículo extraordinário de comunicação, que é a televisão, para através da educação de massa povoar a paisagem interior dos indivíduos com as belezas incomparáveis da mansuetude, da afabilidade, da delicadeza, da moderação e da paciência, subtraindo da programação diária tudo aquilo que dá um sabor sensacionalista à violência.
 

Também outra citação que fazem alguns espíritas endossarem o rigorismo na interpretação da parábola Evangélica: “não julgueis para não serdes julgados”.

Sempre que se confrontam os valores morais, descritos de maneira rígida como no caso do Evangelho...,

Assalta-nos a mente o nosso próprio procedimento e entendimento do que pode parecer-nos mais correto.

Frisando mesmo com certa freqüência fora de nossos limites íntimos, o nosso procedimento no lar, no trabalho, na escola, na sociedade enfim.

 - Como nos situarmos?

 - Ética (Moral) e Ajuste?

 - São meros preceitos, normas, regras, alvos mais ou menos conscientizados, impostos a nós mesmos?

 

Sócrates diz, então, que “é sujeito ético moral somente aquele que sabe o que faz (tem consciência), conhece as causas e os fins da sua ação, o significado de suas intenções e de suas atitudes, e a essência, isto é, o íntimo dos valores morais”.

Sem duvida! Como é um conjunto de valores que dizem respeito ao bem e ao mal.

 O que podemos considerar ou o que podemos desconsiderar.

O que considerarmos como uma  atitude correta pode  ser validada a todos os membros de um grupo ou de uma sociedade.

Impossibilitados de exterminarmos o gérmen da agressividade, na personalidade alheia, façamo-lo, em nós próprios, ingerindo o medicamento salutar que Jesus nos ofereceu, a brandura, antídoto eficaz contra os impulsos animalescos que ainda somos possuídos, e, então, estaremos concorrendo objetivamente para a formação de uma Humanidade futura livre deste valor negativo.

Acesse o Links abaixo: (O Link abaixo propositadamente foi inserido para que o caro amigo(a) faça uma análise honesta do que realmente entende do " A VIOLÊNCIA TEM DIMINUIDO MITO OU VERDADE") ou a revelação dos atos violentos (assiduamente revelados nos meios de comunicação) justifica inverdade. A Estatística prevalece. Violência "MAS DESDE QUE SURJAM FATORES QUE PREDISPÕE QUE LHE DÃO ORIGEM". independente da época do assentimento.

Acesse o Link abaixo:

Acesse o Linabaixo Mensagem original:

http://lourenjunior.webnode.com.br/news/irascibilidade-mensagem-ditada-pelo-espirito-matias-albuqurque-colabora%C3%A7%C3%A3o-louren-junior/

 

IRASCIBILIDADE – Mensagem ditada pelo Espírito Matias Albuquerque......colaboração Louren Junior